Recordar as peças dos últimos ensaios

A todos os coralistas,

Como todos se recordam, antes da pandemia que estamos a enfrentar e do consequente isolamento social a que estamos obrigados, o dia 12 de Março foi o último dia de ensaio do Coral Polifónico da UNISSEIXAL.

Até esse dia o Coral estava a ensaiar as seguintes canções:

“My Bonnie”

“Morte que Mataste Lira”

“Canção do Camponês” 

“Cantigas de Maio

Seria bom, não perdermos completamente o que entretanto já tínhamos aprendido nos ensaios até àquela data. Fiz algumas pesquisas dos vídeos, com as referidas canções acima mencionadas, para ouvirmos e continuarmos a praticar neste tempo, que estamos em casa.

Com toda a certeza que todos nós, agora, podemos gerir o tempo livre que dispomos, devido às circunstâncias presentes, e  dedicar algum desse tempo ouvindo e recordando as peças musicais que fomos aprendendo nas aulas, ao longo do ano.

Esta é uma oportunidade para continuarmos unidos às nossas canções, pois mais tarde ou mais cedo retomaremos os nossos ensaios. E se pudermos fazer alguma surpresa ao nosso maestro, esta é a hora para praticar. Fica aqui esta sugestão e aceitam-se outras que queiram sugerir, nos comentários.

Mãos à obra? Vamos a isso?

C. Jorge

My Bonnie

Morte que mataste Lira

Canção do Camponês

Cantigas de Maio

Ensaio das turmas de Coro e Flauta

No início do  ano letivo, preparam-se as várias peças musicais, nos ensaios semanais, de acordo  com as atuações para as quais, o Coro Polifónico da Unisseixal é convidado.  Após a última atuação em Corroios, vamos iniciar uma nova etapa com o ensaio das peças para a quadra natalícia, que se aproxima. Somos convidados a participar na Igreja da Torre da Marinha e na abertura da festa de Natal da Unisseixal. Para estas atuações de Natal foram convidados os alunos da turma de flauta do Prof. José Fernandes para participarem nos ensaios conjuntos com a turma do coro polifónico. Para estas atuações foram seleccionadas peças exclusivas de Natal. Os ensaios de conjunto proporcionaram-se nas últimas aulas antes da festa de Natal da Unisseixal. Esta experiência foi interessante e motivadora quer para o Coro, quer para a turma de Flautas. Estas fizeram parte deste evento musical numa estreia ao vivo neste Natal.

Reportagem fotográfica

Linda Noite de Natal

Dorme, Dorme meu Menino

Regresso aos Ensaios

Embora as aulas da nossa UNISSEIXAL não tenham ainda recomeçado no novo ano lectivo 2019/2020 (isso só vai acontecer a partir de 17 de Outubro próximo), o que é certo é que os ensaios do nosso Coro Polifónico já recomeçaram. É verdade, já estamos a ensaiar as canções para o nosso próximo concerto no dia 2 de Novembro no Cine Teatro de S. Vicente, em Paio Pires.

Portanto, caro coralista, se ainda não foi ao ensaio da última quarta-feira, já sabe que o pode fazer já no próximo dia 2 de Outubro, a partir das 11H00, no local do costume.

Sejam todos bem-vindos a mais um ano de ensaios e concertos.

Tollite Hostias

Letra: Camille Saint-Saëns (1835-1921), 1858 inspirado pelos Salmos 95 e 150.
Tradução:
 J. Costa, 1969
Música: Camille Saint-Saëns (1835-1921), 1858

Significado de Tollite Hostias?

Dai ao Senhor, Louvor

Este hino, que tem como origem o movimento Tollite Hostias do Oratório de Natal de Saint-Saëns, é um chamado à alegria e adoração a Deus que ecoam em Aleluias! A convocação demonstra devoção e intimidade da humanidade que louva a Deus em seu Templo e culmina com a adoração prestada por todo o Universo que celebra a vinda do Senhor...

... Devido à grande popularidade deste hino, há muitos arranjos e versões para orquestras e canto coral. Em 2016, entretanto, o regente, compositor e arranjador Marcio Roberto Lisboa, fez uma adaptação para o canto congregacional. 

Joaquim Junior

Partitura 1

Tollite Hostias - Partitura 2

Tradução do latim-português

Catedral de Berlim

Jovem Coro de Concerto Düsseldorf

Junges KonzertChor Düsseldorf - Jovem Coro de Düsseldorf

 É um coro misto com 70 membros activos entre 20 e 55 anos. Ele surgiu em 1997 do coro da Universidade Católica de Düsseldorf. Além do repertório coral sinfónico e oratório, o cultivo da literatura a capela é um foco constante do trabalho coral.

As turnês de concertos levaram o coral, entre outros:

  • Milão (1999 - Bach: Oratório de Natal)
  • Roma (2000 - Liszt: Cristo)...

No Concurso Coro Schubert Internacional em Viena, em 1999, o coro ganhou o "Prémio Especial para a melhor interpretação de uma obra coral do século 20", com os concursos corais regionais NRW em 2001 e 2013 foram, respectivamente alcançado "bom" nível de desempenho.

Multiple o coro estava no parque de hóspedes Schloss Dyck, onde participou nos concertos ao ar livre grande verão: 2005 "Carmina Burana" 2007 "ladrões em Classik" 2008 "Italian Opera Gala" 2009 "Summertime" de 2013 "Liebeslieder Walzer".